O dia em que eu senti a dor das nações

3 de agosto de 2016
Era noite. Já passava das dez. Ao meu redor, vozes clamavam por ti. Músicas que vinham do céu nos embalavam. Eu era mais uma ali pedindo os teus braços. De repente viestes sobre mim com o teu amor, pusestes a mão sobre meu corpo e me entregastes as nações, eu não pude resistir, escorreguei como uma cachoeira sobre as pedras, fixei-me em teus pés, a dor que sentia era absurdamente intensa, era como se todos os órgãos do meu corpo resolvessem trocar de lugar. Eu não era mais eu. Até que desprendi-me e quando vi, arrastando-me sobre o chão com a mão sobre o útero, sem ar, sem fôlego, eu podia ouvir as almas clamando por ti, eu ouvia choro de nascimento, avistava os sorrisos, a paz, o descanso, eu observava você provocando toda a mudança. Almas vazias pediam por socorro, pediam por atenção, pediam por teu amor. Então eu larguei, larguei todos os meus sonhos, larguei minhas vontades, meus anseios, larguei o meu eu e concentrei-me em você, apeguei-me a cruz e entendi que você quer que sejamos como ele, que vençamos como ele, que assumamos nossa identidade e nos voltemos a ti, só quer antes de obediência, amor. Como criança conhecendo o novo, me pus em teu colo, recebi sussurros de ânimo e a certeza de que sou sua. Ah, Deus, não me importa mais nada, desde que nossos corações estejam sempre interligados, eu estarei bem. Não posso destruir a vida que construiu, pois se viva estou foi porque um dia olhastes para mim e me escolhestes. Por amor a ti, eu vou, eu largo tudo, eu largo minha vida, para viver a sua. E mesmo que eu seja traída, cuspida e crucificada, vou estar bem, com a certeza de que fiz tudo por você, como antes você fez por mim. Here I Am 


Mais um desses textos rápidos e profundos. Deixem aqui sugestões de posts para mudarmos um pouco!

O Deus de recomeços

9 de julho de 2016
Moça, entenda, na vida sempre haverão tempos bons e tempos ruins, seus olhos sempre serão atraídos por aquilo que te apresentar mais prazer, afinal, sua alma é prostituta, ela não se opõe, ela é traidora. Portanto, não se julgue pelos erros, mova-se em direção a Cristo, com um coração arrependido, cheio de amor e principalmente de perdão. Pois antes de receber, é preciso perdoar a si mesma e ter a certeza de que nada a fará cair naquilo novamente. O arrependimento é a tampa do buraco que de repente você descobre que sempre esteve com você. Não deixe que seus pecados digam quem você é, há um Deus envolvido nisso, um Deus que te deu a vida e muito mais, que te deu o maior amor do mundo! Se a vida lhe passar uma rasteira, recomece! Confie naquele que pode refazer toda a sua existência, te dar novos sonhos, nova alegria, novo cântico, naquele que pode te dar tudo novamente! Confie naquele que cuida de você como mais ninguém e está sempre disposto a te fazer recomeçar.
Perdoe. Confie. Recomece.


Mas afinal, o que eu estou esperando?

6 de julho de 2016
Hey Princesas!
Estou lendo um livro muito bom do Pr. Nelson Júnior (em breve libero a resenha) que tem me aberto os olhos para essa questão de esperar em Deus. Depois que comecei a ler, passei a ver os solteiros com outro olhar e a observar coisas que achei que só eu carregasse. E a questão que mais me chama atenção nesta "investigação" é a confusão que os jovens tem feito com tantas escolhas. E é sobre isso que vamos conversar hoje! Afinal, o que eu estou esperando?


Entre tantos erros que cometemos, um dos principais é falar sobre algo sem ter a mínima fundamentação sobre o assunto, trazendo para a sociedade, mentes paradas, caráteres alienados e olhos guiados por cabrestos, realçando o preconceito e o julgamento prévio. Isso não é diferente no mundo cristão, principalmente na vida de jovens que estão descobrindo coisas novas e acabam sendo levados pela correnteza.
Atualmente já virou moda dizer: "EU ESCOLHI ESPERAR!" Mas esta frase perde total sentido quando não é estudada, entendida e principalmente escolhida. Escolher Esperar nos traz tantos questionamentos, mas dentre eles o mais importante: Esperar o quê? Muitos jovens acreditam que estejam esperando por um casamento, por uma família, por uma "princesa" ou um "príncipe", com pensamentos desgovernados, sonham todas as noites com o momento triunfal onde enfim serão felizes! Mas é exatamente aqui que está o erro, escolher esperar é dizer que você é totalmente dependente de Deus, é declarar que sua vida sentimental é dele, é entender que você espera por Ele, pelos sonhos dEle, pela vontade dEle. Você espera por Ele!
"Mas e se demorar muito?"
O que podemos fazer se a oportunidade de viver foi ele quem nos deu? Só resta esperar. Caminhar seguindo os seus passos, sendo grata pelas bençãos e escolher, todos os dias, que a vontade do Senhor prevaleça e que de alguma forma ela seja também a minha. É necessário ter fé para entender que Deus trabalha em nós por experiências, precisamos então viver tudo, tudinho que ele tem para nós, mesmo que não queiramos, ele sempre sabe o que faz.


Daqui pra frente apodere-se dessa frase sempre que quiser afirmar que sua vida pertence a Ele, espere nEle, por Ele, seja feliz para Ele, pois assim, quando menos esperar, ele porá alguém do seu ladinho, para continuarem esperando por sua boa, perfeita e agradável vontade juntinhos.
Este assunto na real é bem complexo, mas eu tentei trazê-lo aqui pra vocês de forma bem direta, escolha suas prioridades, ponha Deus no controle, espere de verdade, mantenha uma vida em santidade e descanse em quem te deu a vida, assim você poupará sofrimento e será mais feliz do que imagina!
"Contudo, o Senhor espera o momento de ser bondoso com vocês; ele ainda se levantará para mostrar-lhes compaixão. Pois o Senhor é Deus de justiça. Como são felizes todos os que nele esperam!"
Isaías 30:18

"Apesar disso, esta certeza eu tenho: viverei até ver a bondade do Senhor na terra. Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor."
Salmos 27:13-14
Fiquem na paz, até a próxima!

Baú da Garota Cristã | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©